Como funciona o seguro auto completo para motos?

Para os motociclistas, fazer um seguro é garantir proteção a seu investimento e até mesmo ao próprio condutor. Ao contratar o serviço, o segurado recebe o cartão com os dados e contatos da seguradora e, em caso de sinistros, é essencial informar a seguradora imediatamente do ocorrido. Após relatar o caso, o segurado terá toda a assistência necessária conforme o acordo firmado em contrato.
 
É o valor na apólice que indica parte do prejuízo de determinado sinistro. Ele é firmado entre segurado e seguradora no ato da contratação e representa o quanto o segurado terá que pagar para consertar o carro após uma batida, por exemplo. Caso o conserto do veículo supere a franquia, o valor excedente será custeado pela seguradora. As franquias só não podem ser cobradas do segurado nos casos de sinistros que possuam indenização integral, como roubo ou furto.
 
Qualquer ocorrência que cause danos ao veículo, desde que o evento seja coberto pela seguradora, é considerado um sinistro. Se for integral, a seguradora faz a indenização total do bem, como nos casos de roubo ou furto em que o veículo não foi localizado. Se for parcial, como nos acidentes, a seguradora é acionada e cobre os prejuízos excedentes à franquia. Sempre que um sinistro ocorre, o segurado deve informar a seguradora imediatamente do fato e entregar os documentos necessários. Em caso de indenizações, a seguradora tem um prazo de até 30 dias para efetuar o pagamento do valor do carro, de acordo com a tabela Fipe e após a entrega da documentação necessária.
 

Quais as coberturas do seguro auto paramotos?

Ele permite que se coloquem coberturas adicionais, além das que já são disponibilizadas como roubo, furto, colisão, incêndio, proteção contra terceiros e danos aos passageiros.
 
Por isso ele é chamado de “completo”, diferente do seguro parcial contra roubo que oferece um número menor de proteção. Ao montar o seguro da forma que deseja, ele irá atender a todas as suas necessidades e não deixar a desejar em nenhum ponto.
 
Roubo ou Furto
 
Incêndio
 
Explosão
 
Colisão
 

Não perca mais tempo, comece agora a proteção do seu veículo

Saiba Mais sobre o Seguro Auto Motos

O seguro moto pode ser contratado por todos os residentes no Brasil que tenham a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria A e possuam um veículo dentro das características de contratação.
 
Assim como o seguro para carros, o seguro de moto possui um período de vigência de 12 meses (um ano). Ele também pode ser renovado várias vezes.
 
Em casos de cancelamento, é necessário que o segurado entre em contato direto com a central de relacionamentos da seguradora responsável por seu seguro de moto. É por estas e outras situações que é importante possuir sempre a mão o cartão ou algum documento com o número da seguradora.
 
As disponibilidades de pagamentos são: débito em conta ou boleto bancário. É possível fazer o pagamento do seguro à vista, parcelar em até quatro vezes sem juros ou em dez vezes (dependendo da seguradora pode haver juros em parcelas a partir de cinco vezes).
 

Dicas e Dúvidas

Ainda tem dúvidas sobre seguros e apólices? veja algumas materias dos nossos especialistas